Marketing Médico: Como promover seu consultório e aumentar sua carteira de clientes de maneira ética

Fazer marketing médico com qualidade é um desafio e tanto, principalmente porque muitos médicos e profissionais de saúde se preocupam em infringir alguma norma ao promoverem seu consultório com o intuito de conquistar novos clientes.

 

Da mesma forma que em outros segmentos, a técnica do funil de vendas pode ser aplicada no segmento da saúde. Afinal, de que modo as pessoas tomam a decisão de agendar uma consulta ou descobrem um consultório ou clínica?

 

Não à toa, percebendo a necessidade do setor da saúde em utilizar estratégias de marketing, o Conselho Federal de Medicina (CFM) produziu um Manual de Publicidade Médica, com o objetivo de esclarecer as normas para divulgação de assuntos médicos e campanhas de marketing nessa área.

 

Investir no marketing do seu consultório ou clínica é a chave para atrair pacientes e ganhar visibilidade.

 

Neste artigo vamos falar sobre os principais desafios e dicas de como fazer marketing médico. Continue a leitura!

 

Como fazer marketing médico e quais são os motivos para investir nessa estratégia?

 

A melhor forma de trabalhar o marketing digital para consultórios, clínicas e hospitais é usar o marketing de conteúdo.

 

A produção de conteúdo especializado, que ofereça informações relevantes e agregue valor à vida das pessoas pode ajudar médicos e profissionais da saúde a construírem uma posição de autoridade em sua especialidade, sendo um dos principais fatores de influência para a atração de novos pacientes.

 

O marketing de conteúdo é muito mais que a criação de conteúdos com informações relevantes.  Quando bem aplicado, ele traz vantagens como:

  • Gerar autoridade na internet;
  • Aumentar a credibilidade do consultório ou clínica;
  • Maior chance de ser encontrado no sistema de buscas do Google;
  • Melhorar o engajamento com o público-alvo;
  • Criar uma conexão com os pacientes;
  • Aumentar o tráfego do site;
  • Atrair e fidelizar novos pacientes.

 

É de suma importância que a criação do conteúdo, independente do seu formato, seja baseada em um planejamento estratégico que priorize a especialidade médica, o perfil dos pacientes e o volume de buscas sobre os temas no Google.

 

Como funciona o funil de vendas no marketing médico

 

Uma boa estratégia de funil de vendas é fundamental para conquistar, fidelizar e transformar clientes em divulgadores  da marca e a mesma linha de pensamento deve ser seguida na promoção  de clínicas e consultórios.

 

No setor da saúde, o funil de vendas é formado por estágios pelos quais o paciente passa até chegar no momento da decisão final, que é o agendamento de uma consulta ou procedimento.

 

Cada um desses estágios é uma etapa, que funciona como em outras jornadas de compra e, na qual, por meio de conteúdo informativo e relevante, o paciente descobre uma necessidade especifica e continua o caminho até a solução de problema.

 

A parte mais importante no funil de vendas é justamente a produção de conteúdo rico, informativo e relevante para um público específico, que no setor da saúde, é o paciente – ou persona (termo utilizado na área de marketing, idealizado detalhadamente em um planejamento de marketing estratégico.

 

Essa persona busca na internet respostas e orientações em relação à saúde e bem-estar e é nesse momento que o conteúdo chama a atenção do paciente para a clínica. É o primeiro estágio do funil de vendas.

 

Quanto mais o paciente percorre a jornada, mais conhecimento ele irá encontrar nos conteúdos publicados e, assim, a clínica ou consultório estará estabelecendo autoridade e estreitando a relação com a persona.

 

A última etapa dessa jornada é quando o paciente se convence de que o serviço prestado pelo consultório é o melhor para atender suas necessidades e irá agendar uma consulta ou procedimento.

 

O conteúdo pode ser oferecido de diversas formas, entre elas, blog posts, e-books, infográficos e webinars, que podem ser adaptados de acordo com a etapa do funil. 

 

Como começar a fazer marketing médico

 

Os profissionais da saúde que tem interesse em investir na área de marketing médico e alavancar o negócio precisam criar um plano estratégico que contemple os pontos abaixo:

 

Siga as determinações do Conselho Federal de Medicina (CFM)

 

O primeiro passo para começar a fazer marketing médico com ética e qualidade é justamente conhecer as regras do CFM, que envolvem tudo a respeito da divulgação do trabalho do médico ou da clínica ou consultório.

 

Defina o público-alvo

 

Para definir o perfil das pessoas que serão atendidas pela clínica, é preciso entender suas necessidades, problemas e interesses para planejar ações que atraiam, conquistem e fidelizem esses novos pacientes.

 

 Avalie a concorrência

 

Observe quem são os profissionais que fazem parte do segmento e região de atuação. Analise o que eles estão fazendo em termos de estratégias de marketing, como promoções e ofertas de conteúdos ricos em informação.

 

Essa avaliação é fundamental para se posicionar e se destacar em relação à concorrência.

 

Crie uma identidade visual

 

Crie uma identidade visual agradável e objetiva, que seja a mesma em todos os canais de comunicação para que os potenciais pacientes reconheçam a marca e saibam do que se trata o negócio.

 

Crie um site otimizado para buscas e pronto para conversão

 

A vitrine da clínica ou consultório médico é a internet e, por isso, é necessário ter um site completo e que ofereça uma boa experiência de navegação.  Para isso, é necessário que ele contemple uma identidade visual impecável, design harmonioso, informações distribuídas de forma clara e concisa e otimizado (SEO) para os mecanismos de busca como o Google.

 

Faça um cadastro no Google Meu Negócio

 

O Google Meu Negócio é um serviço gratuito e oferecido pelo próprio buscador e tem como objetivo ajudar o usuário a encontrar os locais que oferecem produtos ou serviços na região em que atuam.

 

Anuncie com Google Ads

 

O Ads é a plataforma de anúncios pagos do Google e são bastante utilizados por profissionais ou empresas que desejam que seu negócio apareça entre as primeiras posições do buscador.

 

Conclusão

 

Com o aumento da competitividade no setor da saúde e o surgimento da internet, o mercado está cada vez mais concorrido e o paciente tem muitas opções de escolha.

 

Investir na produção de conteúdos estratégicos voltados para o funil de vendas, além de captar e fidelizar novos pacientes, também ajuda a definir melhor a segmentação de público e melhorar o foco da aplicação de recursos, gerando economia e maior eficiência em todo o processo.

 

Diante disso, contar com uma agência digital especializada em marketing médico que conheça as especificidades do setor como a Able Health, pode ser uma boa solução para construir as estratégias de promoção dos consultórios e clínicas de forma ética.

 

Saiba mais sobre esse tipo de estratégia baixando nosso e-book gratuito sobre Marketing Médico: Como fazê-lo dentro da ética e de acordo com as normativas do CFM